Início Opinião A importância da vacinação

A importância da vacinação

72

A vacinação é uma das formas mais eficazes e menos dispendiosas de prevenir doenças infeciosas.

As vacinas são consideradas um dos maiores avanços da medicina. A vacinação nasceu no século XVIII e tem permitido, ao longo dos séculos, reduzir o número de mortes e aumentar a esperança média de vida.

As vacinas reduzem as possibilidades de contágio de algumas doenças e, em alguns casos, como a varíola, a sua erradicação.

No nosso país, o programa nacional de vacinação possibilita que todas as pessoas recebam as vacinas de acordo com a idade, de forma gratuita e segura.

Além de promover a proteção individual, é uma ferramenta fundamental da Saúde Pública. Quanto maior for a adesão a uma vacina dentro da comunidade, menor será a possibilidade de uma doença contagiosa provocar uma epidemia ou surto.

Este fenómeno de proteção indireta é apelidado por “imunidade de grupo” e resulta numa menor circulação do micro-organismo que provoca a doença, devido à vacinação em massa.

Numa situação como a que estamos a viver na atualidade, uma pandemia causada por um vírus altamente contagioso, a vacinação é imprescindível e é a grande esperança, para a controlar.

As vacinas podem ter alguns efeitos secundários que, por norma, são ligeiros e não precisam de grande tratamento. Os mais frequentes são a dor ligeira e o vermelhidão no local da aplicação, pequeno aumento da temperatura corporal ou dor de cabeça. Os serviços de vacinação estão habilitados para controlar qualquer outra reação mais grave.

Não devemos, por isso, deixar de nos vacinar, porque é uma questão de promover a nossa saúde, a da nossa família e a de todo o mundo.

Martim Nogueira, 8.º F