Programação e Robótica Educativa chegam às Salas da Educação Pré-escolar do AE de Pedome

 

Hoje, dia 15 de março as educadoras de infância, tiveram como surpresa, no regresso ao ensino presencial, a oferta e demonstração de equipamentos de robótica e programação para todos os jardins de infância.

A Robótica Educativa (RE), tem vindo a despertar o interesse da educação pré-escolar do AE de Pedome, mostrando ser importante para o desenvolvimento de competências cognitivas e sociais também nas crianças mais novas.

Tendo o departamento da EPE e Direção Executiva, como missão expressa o trazer os aspetos cognitivo e criativo das tecnologias digitais diretamente para as salas de atividades, como meio específico de desenvolvimento de aprendizagem e competências de todas as crianças, viram concretizado mais um objetivo do seu desempenho num território educativo em mudança, atualização, crescimento e evolução.

A questão que se coloca no quotidiano das crianças em pleno séc. XXI, passa pela interrogação de – como estamos a prepará-las, hoje, para fazer face aos desafios futuros?

Na verdade, atualmente, os sistemas educativos, desde a Educação Pré-escolar (EPE), têm dado cada vez maior importância ao pensamento computacional e à utilização da RE no processo e aprendizagem das crianças/alunos. Os robôs podem ser utilizados para promover a aprendizagem de todas as áreas de conteúdo da EPE.

Mencionamos alguns aspetos que devem ser respeitados em contextos de aprendizagem construtivistas, de entre os quais destacamos dar tempo e falar. Dar tempo porque a criança/grupo precisa de perceber o problema, desenvolver uma conjetura, testá-la e repensá-la se necessário. Falar, para permitir o debate/discussão e a oportunidade de apresentar dúvidas. A robótica educativa pode proporcionar ambientes deste tipo porque promove contextos muito práticos de experimentação e resolução de desafios ou tarefas da rotina diária e projetos.

A ação do robô – concretização da conjetura – materializa um raciocínio e testa-o de modo tangível. Esta visibilidade e creditação foi bem visível no desenvolvimento de métodos ativos de aprendizagem, vividos especificamente com o projeto Erasmus + “Active Start in Kinderkarten”.

Felizes, as educadoras do AE de Pedome, planificam desde hoje, em articulação pedagógica e no grupo, experiências educativas e lúdicas que envolvem o uso da robótica, pensamento computacional e programação como meio emergente de renovar e inovar o ensino e a aprendizagem deste nível de educação.

“A educação dos tempos modernos faz-se com modelos que impliquem e não que expliquem”

(Sophia de Melo Breyner)

A Coordenadora da EPE

Adosinda Cabrita

 

Related Posts